Saiba como animais de estimação ajudam no desenvolvimento das crianças

Os animais de estimação são ótimos companheiros, tanto para adultos, como para crianças.

Com ele, a família cria laços, memórias, se diverte enquanto o diverte e assim todos têm uma vida mais saudável e feliz.

Então, se você está pensando em levar um pet para dentro da sua casa, siga a leitura conosco e conheça algumas vantagens de ter um animalzinho de estimação no dia a dia do seu filho!

 

O que os animais de estimação pensam das crianças?

Entender o que animais de estimação pensam de crianças é o primeiro passo para considerar levar um para dentro de sua casa, caso você tenha filhos pequenos.

Nesse sentido, destacamos que os animais de estimação, como cães e gatos, aprendem sobre os tipos de pessoas que eles vão conhecer em suas vidas em uma janela que vai entre as 8 e 16 semanas de idade.

Sabendo disso, fica mais fácil entender que gatos e cachorros adultos costumam não reconhecer crianças como seres humanos, só se eles forem apresentados a elas como parte da família de humanos entre as suas primeiras semanas de vida como filhote.

O estranhamento com bebês também ocorre porque eles não se parecem com adultos humanos, afinal, não falam, não ficam de pé, são muito menores e fazem barulhos diferentes de nós.

Outro ponto fundamental da relação entre animais de estimação e crianças é que sim, os animais demonstram comportamentos diferentes caso um bebê chegue no lar.

Mas isso não tem nada a ver com o bebê em si. O que acontece na maioria das vezes é que o cheiro da casa muda e então eles perdem os seus pontos de referência mais familiares.

Deste modo, isso leva ele a algumas atitudes que nós, humanos, podemos ver como ciúmes ou revolta pelas mudanças causadas pela vinda de uma criança, mas não é isso que acontece.

Para evitar essa situação, você pode deixar seu bichinho perto de aromas familiares, como uma camiseta sua (ou de outro dono) na caminha dele, algo que, segundo estudos, ajudam a acalmar os pets.

 

Quais são os animais de estimação mais populares?

Os animais de estimação, felizmente, têm sido cada vez mais adotados.  E os mais populares de serem levados para os lares são:

  1. Cachorro;
  2. Gato;
  3. Canário;
  4. Porquinho da índia;
  5. Peixe;
  6. Coelho;
  7. Furão;
  8. Hamsters;
  9. Pequenos roedores;
  10. Papagaios.

Como os animais de estimação ajudam no desenvolvimento das crianças

Os animais de estimação têm papéis fundamentais no desenvolvimento de crianças, ajudando a ensinar a elas sobre responsabilidades, afeto, alguns valores e até mesmo no desenvolvimento motor.

Na sequência, entramos em detalhes sobre esses diversos benefícios da união entre pets e crianças!

Ensinar sobre responsabilidade

Ter um animalzinho em casa ajuda a ensinar sobre responsabilidade, pois os pequenos começam a ter obrigações com ele, como dar comida e água, escovar o pelo, brincar e passear.

Assim, eles entendem que precisam cuidar do seu novo amiguinho do mundo animal e inserem essas tarefas como uma obrigação no seu dia a dia.

Diminuir o estresse da criança

Crianças também passam por situações que os levam ao estresse, mas a boa notícia é que animais de estimação podem ajudá-los a diminuir esse sentimento.

Isso acontece porque, segundo teorias, ao estar perto destes animais, o nosso corpo libera alguns hormônios como a ocitocina, que envolve o estabelecimento de vínculos e uma boa resposta psicológica e física ao estresse.

Fazer companhia em todos os momentos

Nada melhor do que deixar o seu filho bem acompanhado, não é mesmo? E os animais de estimação são perfeitos para esse papel!

No mais, essa companhia dos cães e gatos às crianças é ótima para quando eles estiverem passando por momentos de altos e baixos, sendo uma fonte de conforto a eles.

E assim, novamente os animais ajudam crianças a diminuírem o estresse e a ansiedade.

Incentivar a prática de atividades físicas

Se o animal de estimação que você levar para o seu lar for um cão, pode ter certeza que a atividade física será garantida.

Afinal, eles costumam adorar sair para correr no parque, incentivando você e as crianças a terem uma vida mais ativa quanto a atividades físicas.

Então, não tenha dúvidas que um cãozinho irá exigir caminhadas diárias e muitas brincadeiras que envolvem correr bastante.

Ajudar no desenvolvimento do afeto

Ter um animalzinho de estimação como companheiro para crianças, ajuda eles a desenvolverem o afeto.

Isso porque eles entendem que os bichinhos precisam do básico para viver, como comida e água, mas também adoram um bom carinho, seja na barriguinha ou na cabeça, como acontece com os gatos e cachorros.

Assim, crianças que são mais retraídas em relação ao afeto conseguem, por meio de um animalzinho, desenvolver essa característica.

Ensina valores

Alguns valores também podem ser ensinados para crianças quando elas passam a ter um bichinho.

Por exemplo, você pode ensinar sobre acontecimentos marcantes, como reprodução, nascimento, acidentes e afins.

Além disso, conforme seu filho cresce, você deve repassar a ele tarefas em relação ao pet que condizem com a sua idade, ensinando ainda mais sobre responsabilidades.

Desenvolvimento motor

Por fim, o desenvolvimento motor das crianças também recebe benefícios devido a convivência com um pet.

Neste caso, isso ocorre por conta das brincadeiras com os animais, que ensinam os pequenos a se equilibrarem, ter coordenação motora, flexibilidade, força e os leva a fazer até mesmo exercícios aeróbicos.

 

Lembre-se: animais de estimação são uma responsabilidade para a vida toda

É claro que levar um animal de estimação para dentro de casa é uma ótima ideia, afinal, você dá um lar a um deles e torna mais animada toda a convivência com a sua família, além dos benefícios no desenvolvimento de crianças, conforme você viu acima.

Mas é preciso que essa seja uma vontade de todos da família, pois todos deverão ajudar nos cuidados com ele, além de que é preciso ter em mente que eles são uma responsabilidade para a vida toda.

Você também deve colocar na balança que os animais aumentam os gastos mensais, pois eles precisam de vacinas, ração, petshop, remédios e afins.

Então, considere se vocês conseguirão dar uma vida com qualidade e bem-estar a eles antes de levá-los para a sua casa!

No mais, converse bem com o seu filho antes de adotar um pet. Explique que ele precisa ajudar nas tarefas com o novo animalzinho, o ensinando sobre deveres antes mesmo de tê-lo com vocês.

 

E aí? Já pensou no seu filho com um amiguinho de 4 patas?

 

Conclusão

Como você viu, um animal de estimação é um ótimo companheiro para o seu filho e a sua simples presença o ajuda a entender na prática sobre responsabilidades, afeto e valores.

Ele também é um ótimo parceiro porque colabora com o desenvolvimento motor de crianças, além de incentivá-los a praticar atividades físicas e ajudar na diminuição do estresse e da ansiedade infantil.

E aí, acha que é o momento de trazer um novo membro do mundo animal para o seu lar?

Comentários do Facebook

Deixe um Comentário