5 sinais de que seu filho não está se adaptando na escola

O seu filho mudou de escola ou está começando o seu contato com o ambiente de estudo? Pois saiba que a adaptação pode ser uma etapa um pouco difícil para algumas crianças. Mas, como descobrir que o seu filho não está se adaptando ? Quais podem ser os comportamentos mais comuns que demonstram esta situação?

Para ajudar os pais a lidar com esta situação, separamos, no post de hoje, cinco sinais que podem indicar que seu filho não está se adaptando na escola. Vamos lá?

1. A criança não quer falar da escola e nem dos coleguinhas

Quando a criança está com dificuldades para dialogar sobre assuntos comuns, como o colégio ou seus coleguinhas de classe, ela pode estar vivenciando algum tipo de bullying. Também existe a possibilidade, quando a criança é mais tímida, dela estar tendo alguma dificuldade de comunicação com as outras crianças. Neste momento, é preciso que os pais intervenham de perto para verificar o comportamento dos outros alunos com o seu filho e também questionar e informar os professores. Observe se o seu filho está interagindo com as outras crianças e se eles brincam juntos. E nunca se esqueça de buscar apoio nos educadores, pois eles têm informações que, muitas vezes, você não consegue perceber.

2. Seu filho sai da aula chorando diariamente

Quando isto acontecer de maneira repetida, é primordial checar quais são as causas que estão por trás desse comportamento! O choro do seu filho na saída do colégio pode ser um indício de problemas de adaptação e esconder uma série de problemas: cansaço, briga com os colegas ou até mesmo bullying. Se possível, quando for buscar seu filho, tente chegar mais cedo e verifique se você nota algo diferente. Novamente: não deixe de relatar aos educadores o que está acontecendo.

3. Sua criança não quer ir ao colégio

Mesmo sendo comum as crianças menores entrarem chorando na escola por sentirem falta dos pais, é bom ficar atento quando as maiorzinhas (entre quatro e cinco anos de idade) rejeitam ir para a aula. Normalmente, nessa faixa etária, elas associam as aulas às brincadeiras com os coleguinhas.

Como alguns colégios têm proposto mais atividades do que a criança pode suportar, esta agenda lotada pode pesar a sua rotina e, consequentemente, cansá-la. Dessa forma, ao invés de associar a ida às aulas com as brincadeiras com os amigos, ela vai pensar só nos educadores e nas tarefas.

A resistência em frequentar as aulas pode mascarar outros problemas também, portanto, é necessário antes de tudo conversar com seu filho para que ele lhe diga o que está acontecendo. Identificadas as causas, busque apoio nos professores e, se necessário, procure também um especialista, como um psicólogo.

4. A criança tem medo do contato físico

Se o seu filho tem uma babá ou vai para escola, esse tipo de sinal pode ser muito grave. Ele pode estar apanhando dos coleguinhas ou estar sendo maltratado pelos professores, se demonstra alguma dessas reações: medo do contato físico, contração corporal ou cabeça baixa diante de alguma mudança do tom de voz. Converse com a crinça e com as pessoas com as quais ela tem mais contato para identificar se eles notaram os mesmos comportamentos.

5. Há mudanças no sono e na irritabilidade (especificamente nos bebês)

Nos pequeninos, os sinais são bem difíceis de detectar, por isto é muito importante ficar de olho, avaliar a condição da criança e procurar ajuda profissional para auxiliar a perceber se algo está acontecendo. Normalmente, quando há algo de errado, os bebês podem apresentar um olhar distante, mudança no sono e irritação constante.

Escolher de maneira correta o lugar onde seu filho vai estudar pode ser determinante na adaptação dele, não acha? Por isso, confira nosso roteiro sobre como escolher a escola certa para o seu filho pequeno.

[contact-form-7 404 "Not Found"]

Comentários do Facebook

Deixe um Comentário