Chegou a hora de dar mesada para o seu filho?

Segundo especialistas da área de educação financeira, a mesada, valor acordado entre pais e filhos a ser entregue regularmente, é um eficiente instrumento para ensinar as crianças a lidar com o dinheiro, com a frustação de querer algo que não tem como pagar, aprender a esperar e a poupar para conseguir realizar o seu desejo de comprar.

Mas qual é a idade ideal para a criança começar a ter contato com o dinheiro? Como definir valores para a mesada? Confira as respostas.

Por que dar e qual a função da mesada?

Não adianta somente dar a mesada, que nada mais é que um instrumento de educação financeira, se os pais não derem a orientação adequada para os seus filhos.

De posse da mesada as crianças vão poder ter contato com situações típicas da vida adulta.  Como, por exemplo, desejar comprar algo e o objeto de desejo custar mais caro do que a sua renda. E para alcançar o objeto ter que juntar uma ou duas mesadas. Por isso é importante que os pais expliquem para os pequenos a importância do dinheiro e a melhor forma de lidar com ele.

Qual a idade ideal para começar a dar a mesada?

Os especialistas recomendam que a faixa etária ideal seja entre os 6 e 7 anos para os pais aproveitarem todo o ciclo de evolução da criança. Mas, caso os pais não tenham esta preocupação, uma boa pedida é oferecer quando o filho começar a pedir por ela.

Quanto devo dar de mesada para o meu filho?

Os pais precisam ensinar ao filho qual é o nível econômico deles. A criança não precisa receber o que o coleguinha da sala de aula dele recebe.  Mas ela precisa entender que receberá quanto os pais puderem dar. Nesse começo, pense no que o seu filho poderia gastar esse dinheiro e faça a medição a partir daí.

Eu posso entregar a mesada para o meu filho em qualquer dia do mês ou é melhor ter uma data marcada?

O ideal é que você dê a mesada em uma data pré-estabelecida. No início, até o 6 anos, você pode oferecer a mesada em qualquer dia do mês para a criança começar a ter intimidade com o dinheiro. Você pode dar o dinheiro para que ela possa pagar um chocolate, colocar no cofrinho ou mesmo guardar na carteira dela. Dessa forma, ela vai perceber como é a relação de troca entre o que ela deseja e o dinheiro.

Quando seu filho tiver entre 6 e 7 anos, você já pode estabelecer uma data pré-estabelecida – a semanada. Nesta fase, os pequenos têm dificuldade em entender um prazo maior de tempo. Eles compreendem somente o ciclo semanal da casa – quando não vou à escola, por exemplo.

Dos 8 aos 10, 11 anos, se os pais quiserem, podem fazer uma transição da semanada para a quinzenada. Dar dinheiro de 15 em 15 dias. A partir dos 11, 12 anos, a criança já tem condições de lidar com um ciclo mensal. O dia do recebimento pode ser o mesmo dia em que os pais recebem o salário.

E sabemos que para todo filho seu pai é um herói, torne-se o Super Pai que seu filho já acha que você é!
Acesse agora gratuitamente nosso KIT: Tudo o que vocês precisam saber para se tornarem os melhores pais do mundo! (parte2)

E você dá mesada para a sua criança? Como você administra? Conte para a gente nos comentários!

[contact-form-7 404 "Not Found"]

 

Comentários do Facebook

Deixe um Comentário