Capacitação profissional: como orientar seus filhos, mesmo ainda jovens

O que você quer ser quando crescer? Impossível contar nos dedos das duas mãos quantas vezes você já esteve diante desse questionamento quando criança. Se fizer uma análise entre os seus amigos verá que o ideal da infância não se perpetuou para a vida adulta. Mas não há nada de errado com isso! É perfeitamente normal. Escolher uma profissão é algo complexo, que envolve muitas variáveis. Por isso o direcionamento dos pais é tão importante.

No Ensino Médio o assunto fica sério

O assunto começa a ficar mais sério quando os adolescentes entram no ensino médio. É nessa época que precisam amadurecer fortemente a ideia de ter uma profissão e têm que buscar informações que os coloquem no caminho correto. E se o jovem ainda não possui uma opinião muito bem formada sobre que caminho profissional trilhar, é preciso dar uma mãozinha.

Diante dessa necessidade, os pais devem começar a incentivar as habilidades demonstradas pelos filhos ao longo da vida. Uns tem talento para a área da saúde, outros são professores natos, alguns gostam da matemática, outros preferem as artes ou esportes.

Identificadas as aptidões, pais e filhos podem fazer uma lista com as profissões que se encaixam às qualidades do jovem. E não se surpreenda se as preferências apontarem para uma carreira que não seja acadêmica. Obrigar seu filho a fazer uma faculdade pode trazer sérios problemas para sua vida profissional. Quantas vezes já vimos por aí pessoas frustradas por seguirem uma profissão que não gostariam só por causa dos pais? Cursos profissionalizantes podem render uma bela carreira.

Pesquise bastante

Feita a lista, aí vem um trabalho de pesquisa. Isso mesmo! É essencial saber um pouco mais sobre as profissões e conhecer a descrição, onde se aplica, e qual é a remuneração praticada no mercado. De posse dessas informações, algumas opções serão eliminadas e isso faz parte do processo.

Outro ponto que deve ser levado em conta é o tipo de curso necessário. Procure responder questões como:

  • Esse curso está disponível na minha cidade?
  • Quais as melhores escolas nessa área?
  • Que matérias serão estudadas?

Isso facilitará o corte de alguma outra carreira, caso haja algum obstáculo se apresente.

Entre em contato com profissionais

Por fim, incentive seu filho a conversar com pessoas que exerçam as profissões listadas por ele como opções de carreira. Saber um pouco mais sobre as atividades relacionadas ao trabalho diário pode ser fundamental para a escolha do jovem. Sanar dúvidas com alguém que conheça o panorama atual do mercado também é de grande valia. Assim já é possível ter uma ideia de como é o terreno em que vai pisar.

É importante que os pais tenham em mente que os jovens precisam de apoio para escolher uma profissão. Muito mais do que dizer o que acha dos ofícios listados, a família deve proporcionar o autoconhecimento e ajudar na busca por informações, em um papel de coprodução. A escolha deve ser exclusivamente dos jovens. Seguro, bem orientado e apoiado, pode ter a certeza de que ele fará a opção correta.

E sabemos que para todo filho seu pai é um herói, torne-se o Super Pai que seu filho já acha que você é!
Acesse agora gratuitamente nosso KIT: Tudo o que vocês precisam saber para se tornarem os melhores pais do mundo! (parte2)

Queremos descobrir de que forma você orienta seus filhos na decisão por uma profissão. Compartilhe suas experiências conosco.

[contact-form-7 404 "Not Found"]

Comentários do Facebook

Deixe um Comentário